Capa

WEC: Senna conquista vitória completa no Texas

Senna abriu o caminho da vitória e...
(Divulgação/MF2)

... comemorou com Menezes e Nato
(Divulgação/MF2)

Rebellion funciona como relógio suíço e bate Toyota nas 6 h de Austin

23.02.2020  |  302 visualizações

SÃO PAULO – Ao lado dos companheiros, o norte-americano Gustavo Menezes e o francês Norman Nato, Bruno Senna conquistou neste domingo sua segunda vitória na temporada 2019/2020 do Campeonato Mundial de Endurance. E foi um domínio completo do trio da Rebellion Racing nas 6 Horas de Austin (EUA), quinta etapa do calendário: pole, volta mais rápida e liderança praticamente de ponta a ponta. Com o resultado, Bruno e parceiros mantiveram a terceira colocação na classificação de pilotos, agora com 93 pontos contra 112 do argentino Jose Maria Lopez, do britânico Mike Conway e do japonês Kamui Kobayashi, terceiro colocados no Texas com o protótipo LMP1 da Toyota.

 

A vitória confirmou a expectativa otimista de Bruno, que já contava com o aumento das chances do Rebellion R13-Gibson no Circuito das Américas, no Texas, palco definido para substituir a etapa brasileira depois do cancelamento das 6 Horas de São Paulo. Bruno foi o primeiro a ocupar o cockpit do carro e rapidamente manteve a liderança nos seus dois turnos de pilotagem, quando registrou a volta mais rápida da corrida. Até a última das 189 voltas, sem problemas técnicos ou de erro dos pilotos e com a precisão de um relógio suíço, a Rebellion sustentou uma vantagem média de 40 segundos sobre o neozelandês Brendon Hartley, o japonês Kazuki Nakajima e o suíço Sébastien Buemi, que cruzaram a linha de chegada em segundo com o outro Toyota.

 

Apesar da aparente tranquilidade, Bruno disse que os boxes da Rebellion viveram um ambiente de tensão ao longo de toda a prova. “Hoje deu tudo certo. Estávamos preocupados com a possibilidade de ter de fazer um pit stop a mais que a Toyota, mas conseguimos equalizar com eles. O risco era dar um safety car no final que roubasse nossa vantagem. Felizmente não sofremos qualquer problema no carro ou erro que comprometesse nossa corrida”, comemorou.

 

Cada vez mais na luta pelo segundo título no WEC – foi campeão da LMP2 em 2017 -, Bruno tentará reduzir ainda mais a diferença para os ponteiros dia 18 de março nas Mil Milhas de Sebring. Depois restarão somente as 6 Horas de Spa-Francorchamps, em abril, e as 24 Horas de Le Mans, com pontuação dobrada no encerramento da temporada.

 

Márcio Fonseca (MTb 14.457)

 

Tel. (11) 99434-2082

Leia também...

12.03.2020

Bruno Senna volta à Stock Car na Corrida de Duplas

Campeão mundial de Endurance será parceiro de Marcos Gomes em Goiânia

12.03.2020

Senna to partner Gomes in Stock Car Guest Race

Duo will share a Cavaleiro Sports' Chevrolet Cruze at Goiânia circuit

23.02.2020

WEC: Senna e parceiros saem na pole no Texas

Trio da Rebellion supera duas Toyota em busca da primeira vitória no ano

15.12.2019

WEC: Senna admite pódio frustrante no Bahrein

Choque logo depois da largada comprometeu chances de aproveitar a pole

Entre em contato