Capa

WEC: Senna admite pódio frustrante no Bahrein

Senna e parceiros: pódio com gosto amargo
(Divulgação/MF2)

Choque logo depois da largada comprometeu chances de aproveitar a pole

15.12.2019  |  653 visualizações

SÃO PAULO – O que poderia ser motivo de comemoração – um pódio nas 6 Horas do Bahrein – acabou sendo motivo de decepção para Bruno Senna e seus companheiros Norman Nato e Gustavo Menezes na quarta etapa do Campeonato Mundial de Endurance – FIA WEC. De posse da segunda pole consecutiva, reeditando o êxito da prova anterior em Xangai, o trio da Rebellion Racing sonhava com a repetição da vitória na China. Mas a expectativa otimista começou a fazer água logo após a largada neste sábado no circuito de Sakhir, que viu a festa completa da Toyota ao final das 257 voltas graças à dobradinha liderada pela trinca Jose Maria Lopez-Kamui Kobayashi-Mike Conway.

 

“Foi muito frustrante”, reconheceu Bruno, depois de regressar aos boxes com o troféu pelo terceiro lugar numa corrida que parecia talhada para dar ao time suíço-britânico a segunda vitória consecutiva na temporada 2019/2020. “Tínhamos o ritmo necessário para chegar lá, mas deram no meio da gente logo na primeira curva”, comentou Bruno, dono da volta mais rápida no qualifying da sexta-feira e escalado para o primeiro turno de pilotagem. Depois de cair para as últimas posições, ele ainda entregaria o Rebellion R13 a Menezes na segunda posição, mas depois o carro sofreria com um problema no câmbio que comprometeria de vez suas chances.

 

O surpreendente desempenho da Rebellion no Bahrein abria a perspectiva de Bruno reduzir a diferença em relação aos líderes do campeonato, o que não se confirmou. “A gente não imaginava que teria uma performance tão boa nesta pista. Temos de colher sempre o melhor resultado possível, só que infelizmente desta vez não veio como deveria ter vindo. Mas, enfim, bola para frente. Austin, na próxima etapa, é uma pista que casa melhor com nosso carro e, senão estiver muito calor, estaremos mais fortes lá”, concluiu.

 

Incluída no calendário recentemente depois do cancelamento das 6 Horas de São Paulo, a prova no Texas foi marcada para três semanas depois da data da perna brasileira e está marcada para 23 de fevereiro.

 

Márcio Fonseca (MTb 14.457)

Tel. (11) 99434-2082

 

Leia também...

12.03.2020

Bruno Senna volta à Stock Car na Corrida de Duplas

Campeão mundial de Endurance será parceiro de Marcos Gomes em Goiânia

12.03.2020

Senna to partner Gomes in Stock Car Guest Race

Duo will share a Cavaleiro Sports' Chevrolet Cruze at Goiânia circuit

23.02.2020

WEC: Senna conquista vitória completa no Texas

Rebellion funciona como relógio suíço e bate Toyota nas 6 h de Austin

23.02.2020

WEC: Senna e parceiros saem na pole no Texas

Trio da Rebellion supera duas Toyota em busca da primeira vitória no ano

Entre em contato